Arma de destruição em massa que matou Kim Jong Nam pode ter sido produzida na Malásia

A polícia da Maládia confirmou em um relatório preliminar nesta sexta-feira (23) que o assassinato de Kim Jong Nam, meio-irmão do líder norte-americano Kim Jong Un, foi realizado com uma substância altamente tóxima chamada Agente Nervoso VX, considerada uma arma de destruição em massa pelas Nações Unidas.
De acordo com as investigações, foram encontrados pedaços de cotonete nos olhos e no rosto de Kim Jong Nam e a polícia ainda investiga se a substância foi importada ou produzida dentro da própria Malásia.
Uma das duas suspeitas do assassinato também sofreu os efeitos do armamento químico. "Ela estava vomitando", disse o inspetor malaio Khalid Abu Bakar.
O Agente Nervoso VX é insípido (não tem gosto) e inodoro (não tem cheiro) e tem sua circulação proibida pela Convenção de Armas Químicas, a não ser para "pesquisa ou propósitos médicos e farmacêuticos".
Kim Jong Nam foi morto depois de ter atacado no aeroporto de Kuala Lumpur International na semana passada enquanto ele se prepavava para embarcar em voo para Macau.
Imagens do circuito interno do aeroporto divulgadas na segunda-feira (20) divulgadas pela emisssora japonesa Fuji TV mostram o momento em que Kim Jong Nam foi abordado e, momentos depois, ele é visto pedindo atendimento médico a funcionários. Ele morreu a caminho do hospital.
Fonte: R7.com
Foto: Reuters


Arma de destruição em massa que matou Kim Jong Nam pode ter sido produzida na Malásia

Marcadores:

Postar um comentário

[disqus]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.