No aniversário de 6 anos de guerra na Síria, ataque terrorista deixa dezenas de mortos em Damasco

No aniversário de seis anos do início da guerra civil na Síria, um atentado suicida deixou pelo menos 25 mortos em um tribunal de Damasco, capital do país.
O ataque ocorreu no início da tarde (horário local) desta quarta-feira (15), mas ainda não foi reivindicado oficialmente. A agência oficial Sana disse que a ação foi realizada em uma corte no bairro de Al Hamidiyeh e também deixou "diversos feridos".
No sábado passado (11), outro atentado, este do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), já havia provocado a morte de 40 peregrinos xiitas em Damasco. Esta quarta-feira marca o aniversário de seis anos do início da revolta contra o presidente Bashar al Assad, que causou uma profunda divisão no país e abriu espaço para o EI.
Atualmente, está em vigor um cessar-fogo patrocinado por Rússia, Turquia e Irã, mas as denúncias de violações da trégua, que exclui grupos terroristas, são frequentes. Entre 3 e 4 de maio, representantes dos três países se reunirão em Astana, no Cazaquistão, para discutir a crise.
A cidade também espera para os próximos dias a chegada de membros da oposição armada para tentar avançar nas negociações de paz, paralisadas devido à ausência dos rivais de Assad. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o conflito sírio é o "pior desastre causado pelo homem" desde a Segunda Guerra Mundial.
Já a MSF, em relatório divulgado nesta terça (14), alerta para a cada vez maior dificuldade de acesso a pessoas que necessitam de tratamento dentro da zona de conflito. A instituição diz estar se desdobrando e descentralizando o atendimento, com o uso de tecnologia sempre que possível, para alcançar essas pessoas
A Unicef e a ONG MSF (Médicos Sem Fronteiras) divulgaram relatórios nesta semana, a respeito dos seis anos de guerra civil na Síria, que se iniciaram em janeiro de 2011. Para as duas instituições, o drama permanece no país ainda em conflito
A entidade alerta para o fato de que quase 6 milhões de crianças dependem agora de ajuda humanitária, 12 vezes mais do que em 2012, quando a guerra fez um ano. Cerca de metade desse total de crianças vive em regiões de difícil acesso. E o número de menores refugiados que estão na Turquia, Líbano, Jordânia, Egito e Iraque passa de 2,3 milhões
Fonte: Ansa

No aniversário de 6 anos de guerra na Síria, ataque terrorista deixa dezenas de mortos em Damasco

Marcadores:

Postar um comentário

[disqus]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.