Melhorias e, teoricamente, sem taxas adicionais

A ideia é que qualquer cidadão possa verificar a autenticidade de uma CNH. Para isso, basta ter o aplicativo Lince para ler o QR Code, que está disponível para Android e iOS. Com o código em mãos, todo mundo poderá checar a foto e informações no banco de dados do DENATRAN para confirmar a veracidade do documento.
Lince será o app utilizado para ler o QR Code
Apesar de ser basicamente um QR Code, trata-se de uma mistura do código comum adicionais que permitem visualizar fotografia além dos dados textuais, algo que foi desenvolvido em um software chamado H264. Todos os aspectos da tecnologia foram desenvolvidos em software livre e, segundo o diretor do DENATRAN, não há razão para aumentar qualquer tipo de taxa para o cidadão, mas a emissão da CNH é estadual, ou seja, cabe a cada Estado regulamentar o preço – e esperamos que ele não mude em todo o Brasil.
Se tudo ocorrer como planejado, o Serpro quer disponibilizar dados de infração juntamente com as informações atuais em um futuro próximo. A ideia é que, em até 5 anos (prazo máximo para renovar a carteira de motorista), quase 100% dos brasileiros já tenham o novo modelo.