Guanambi perdeu 124 postos de emprego entre março e abril

O Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) tornou público os dados de admissões e demissões realizadas em todo o país, no p...



O Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) tornou público os dados de admissões e demissões realizadas em todo o país, no período de janeiro a abril de 2020. Os dados não eram divulgados desde dezembro do ano passado e voltam a ficar disponíveis em uma nova plataforma.


Em Guanambi, somente no mês de abril, 111 vagas de trabalho com carteira assinada foram fechadas. Entre janeiro e fevereiro, 54 novas vagas foram criadas. Após o início da pandemia, em meados de março, foram fechados 124 postos. O saldo do ano é de 70 postos de trabalho a menos.

A maioria das vagas fechadas nos dois últimos meses foram no setor de Comércio (incluindo todo o setor automotivo), mais impactado pelas medidas de isolamento social. Desde o início da pandemia, até 30 de abril, 75 trabalhadores deste setor perderam a carteira assinada. De janeiro a fevereiro foram abertas 55 vagas.

O comércio considerado não essencial ficou fechado de 23 de março a 6 de abril, antes de ser flexibilizado até o dia 16 de maio, e novamente fechado desde o dia 17, quando surgiram os primeiros casos da Covid-19 na cidade.

O setor de Construção Civil perdeu 51 vagas, enquanto a Indústria de Transformação perdeu 23 postos e o setor de Alojamento e Alimentação (hotéis, restaurantes, lanchonetes) perdeu 12.

O setor de Educação, impulsionado pelo início do ano letivo, teve o melhor saldo, com 25 vagas a mais, Seguido do setor de Saúde Humana e Serviços Sociais (12), Informação e Comunicação (10) e Atividades Profissionais, Científicas e Técnicas (7).


De Janeiro a abril de 2019, foram criadas 182 vagas de carteira assinada, somente em abril daquele ano foram 101 vagas a mais no município. Em todo o ano passado, foram criados 362 novos postos de trabalho.

Em toda a Bahia, nos meses de janeiro e fevereiro, foram criadas 10.018 vagas. Nos últimos dois meses, 47.566 postos de trabalho foram fechados, saldo negativo de 37.548 vagas. O setor de Serviços perdeu 17.220 vagas, enquanto o Comércio perdeu 12.866, a Construção Civil 6.414 e a Indústria 1.701. A Agropecuária foi o uníco setor com saldo positivo, 663 novos postos desde janeiro.


Em todo o país, foram fechadas 763.232 vagas de empregos. Nos meses de janeiro e fevereiro foram abertas 333.973 novas vagas, já no acumulado de março e abril, após o início da pandemia de coronavírus, houve retração de 1.101.205 vagas. Foram 4.999.981 admissões e 5.763.232 demissões. No mesmo período de 2019, o Caged registrou 5.529.457 admissões e 5.215.622 demissões, com um saldo positivo de 313.835. Ou seja, as admissões caíram 9,6% e as demissões subiram 10,5% no intervalo de um ano.

Em abril do ano passado, o Caged teve saldo de +129.601 postos de trabalho com carteira assinada, resultado de 1.374.628 admissões e 1.245.071 demissões. No mesmo mês de 2020, as contratações ficaram em 598.596 e número de desligamentos chegou a 1.459.099, gerando um resultado de -860.503 empregos.


Ou seja, enquanto as demissões tiveram um incremento de 17,2%, as admissões caíram 56,5% na comparação abril de 2019 com o mesmo mês deste ano. Em valores nominais, São Paulo teve o pior desempenho, com -260.902. O estado é seguido por Minas Gerais (-88.298), Rio de Janeiro (-83.626) e Rio Grande do Sul (-74.686).

Na comparação mês a mês, o salário médio real de admissão no Brasil cresceu. Passou de R$ 1.496,92 em abril de 2019 para R$ 1.814,62 no mês passado.

Manutenção de empregos

Desde 1º de abril, data da edição pelo governo federal da Medida Provisória 936/2020, que criou o Programa Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, foram preservados mais de 8,1 milhões de empregos no país. O programa prevê que os trabalhadores que tiverem jornada reduzida ou contrato suspenso e ainda auxílio emergencial para trabalhadores intermitentes com contrato de trabalho formalizado receberão o Benefício Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego (BEm).


COMENTÁRIOS

Nome

Agronegocio,6,Agronegócio,12,Angical,1,Bahia,264,Baianópolis,1,Barreiras,166,Boa noticia,23,Bom Jesus da Lapa,3,Brasil,283,Brasilia,1,Catolândia,3,Celebridades,1,Cinema,9,Correntina,1,Cristópolis,1,Economia,38,Educação,20,Entretenimento,30,Esportes,108,famosos,145,famoss,1,Festas,3,Golpes,1,governo,39,Guanambi,3,Humor,2,Ibotirama,1,internacional,84,Irecê,5,justiçá,186,LEM,9,Livros,3,Luis Eduardo Magalhães,2,Mundo,3,municípios,106,Oportunidades,13,Pesquisa,16,Polemica,85,Polemicas,22,policia,51,Politica,945,Religião,28,Riachão da Neves,2,Salvador,46,Santa Maria da Vitoria,2,Saúde&Bem Estar,6,Saúde&Bem-Estar,54,Tecnologia,46,Tragedia,47,Turismo,29,Videos,40,Vitoria da Conquista,2,Whatsapp,1,
ltr
item
Veja Oeste | O Seu Portal de Notícias do Oeste: Guanambi perdeu 124 postos de emprego entre março e abril
Guanambi perdeu 124 postos de emprego entre março e abril
https://1.bp.blogspot.com/-KkV_vr8D18Y/XtG16EfIEJI/AAAAAAAAKB8/3tkvSBUPNRE7ZtLd_B7k-TqmAuCqu3pmgCNcBGAsYHQ/s320/12322745_146220349072247_5852347023416112035_o.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-KkV_vr8D18Y/XtG16EfIEJI/AAAAAAAAKB8/3tkvSBUPNRE7ZtLd_B7k-TqmAuCqu3pmgCNcBGAsYHQ/s72-c/12322745_146220349072247_5852347023416112035_o.jpg
Veja Oeste | O Seu Portal de Notícias do Oeste
https://www.vejaoeste.com.br/2020/07/guanambi-perdeu-124-postos-de-emprego.html
https://www.vejaoeste.com.br/
http://www.vejaoeste.com.br/
http://www.vejaoeste.com.br/2020/07/guanambi-perdeu-124-postos-de-emprego.html
true
8061571385870599471
UTF-8
Carregou todos os artigos Não encontrei nenhum post VER TODOS Leia Mais Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PAGINAS ARTIGOS Ver Todos Talvez você goste destas postagens C ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS ARTIGOS nenhum resultado. Voltar Para o Inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar. PASSO 2: clique no link que você compartilhou para desbloquear Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C para Mac) para copiar