MPF Ajuizá ação de improbabilidade contra ex prefeito de Brejolândia

  O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação de improbidade contra o ex-prefeito de Brejolândia, na Bacia do Rio Corrente, Gilmar Ribei...

 




O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação de improbidade contra o ex-prefeito de Brejolândia, na Bacia do Rio Corrente, Gilmar Ribeiro da Silva, e a cunhada dele, Marinalva dos Santos Silva proprietária do Supermercado OK, por enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e violação aos princípios da Administração Pública.


O MPF espera que a Justiça Federal condene os acionados, anule o contrato e que seja ressarcido o valor de R$ 531.625,20, que, segundo o órgão, foram desviado de verbas do Fundef, atual Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), destinadas ao salário educação e à merenda escolar.

De acordo com a ação, o ex-prefeito exerceu seus dois mandatos no mesmo período em que seu irmão Humberto Pereira da Silva foi prefeito de Tabocas do Brejo Velho (2013-2016; 2017-2020) – cidade distante 35km de Brejolândia, também na Bahia.

Nesse período, segundo apurado pelo procurador da República Adnilson Gonçalves da Silva, autor da ação, “empresas do grupo empresarial, vinculadas diretamente a seus nomes e aos nomes dos pais, esposas e filhos, passaram a ser beneficiadas com volumosos contratos de fornecimento de combustíveis, gás GLP, peças automotivas, materiais de construção/elétrico, gêneros alimentícios e materiais de limpeza nos municípios em que eram prefeitos”.

Uma das empresas que teria se beneficiado ilegalmente foi o Supermercado OK, que deveria fornecer materiais de alimentação, higiene e limpeza à Secretaria de Educação e ao hospital municipal.

De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM) de 2013 a 2020 a empresa recebeu do ex-prefeito de Brejolândia diversos pagamentos anuais, com valores individuais sempre abaixo do limite legal para que a contratação pudesse ser feita diretamente, sem licitação.

Segundo o órgão, até 2018 todos os pagamentos eram inferiores a R$8mil, limite para contratação direta previsto na Lei de Licitações (Lei nº8.666/93). A partir de 2019, com o aumento desse limite para R$17,6mil (Decreto nº 9.412/2018), os valores chegaram a duplicar, registrando valores superiores a R$16mil por pagamento.

A lei de licitações, porém, determina que a aquisição de bens de consumo regular deve levar em conta o consumo e o custo anuais, o que impediria a contratação direta pois os pagamentos somaram entre R$45mil a R$103mil por ano – bem acima do limite de dispensa de licitação.

O que os acionados fizeram, segundo o MPF, foi fracionar indevidamente o objeto e utilizar o Supermercado OK para desviar dinheiro público em proveito próprio e das famílias dos então prefeitos (Gilmar e Humberto), por meio da contratação direta ilícita e da emissão de notas fiscais fraudulentas.



FONTE: Jornal Gazeta do Oeste







COMENTÁRIOS

Nome

Agronegocio,7,Agronegócio,22,Angical,8,Bahia,408,Baianópolis,6,Barreiras,255,Boa noticia,34,Bom Jesus da Lapa,7,Brasil,496,Brasilia,4,Brejolandia,1,Buritirama,1,Canapolis,1,Catolândia,19,Celebridades,2,Cinema,20,Correntina,12,Cotegipe,1,Cristópolis,5,Economia,63,Educação,33,Entretenimento,95,Esportes,167,famosos,217,famoss,2,Festas,3,Formosa do Rio Preto,4,Golpes,1,governo,52,Guanambi,16,Humor,2,Ibotirama,5,internacional,186,Irecê,14,justiçá,226,LEM,17,Livros,6,Luis Eduardo Magalhães,29,Mundo,5,municípios,146,Muquém do sao Francisco,1,Oportunidades,30,Pesquisa,36,po,1,pol,1,Polemica,180,Polemicas,23,policia,90,Politica,1700,Religião,58,Riachão da Neves,64,Salvador,89,Santa Maria da Vitoria,7,Santa Rita de Cassia,6,Santana,1,São Desidério,2,Saúde&Bem Estar,7,Saúde&Bem-Estar,71,Sitio do Mato,1,Tabocas do Brejo Velho,1,Tecnologia,66,Tragedia,76,Turismo,43,Videos,49,Vitoria da Conquista,11,Wanderley,2,Whatsapp,1,
ltr
item
Veja Oeste | O Seu Portal de Notícias do Oeste: MPF Ajuizá ação de improbabilidade contra ex prefeito de Brejolândia
MPF Ajuizá ação de improbabilidade contra ex prefeito de Brejolândia
https://1.bp.blogspot.com/-pb8giawta7Y/YEEY0-ZoP0I/AAAAAAAASBI/e4ni34U5xzQpRaUlXVxF4cYNXNQOAmEbQCNcBGAsYHQ/s320/FOTO-MAZIM.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-pb8giawta7Y/YEEY0-ZoP0I/AAAAAAAASBI/e4ni34U5xzQpRaUlXVxF4cYNXNQOAmEbQCNcBGAsYHQ/s72-c/FOTO-MAZIM.jpg
Veja Oeste | O Seu Portal de Notícias do Oeste
https://www.vejaoeste.com.br/2021/03/mpf-ajuiza-acao-de-improbabilidade.html
https://www.vejaoeste.com.br/
https://www.vejaoeste.com.br/
https://www.vejaoeste.com.br/2021/03/mpf-ajuiza-acao-de-improbabilidade.html
true
8061571385870599471
UTF-8
Carregou todos os artigos Não encontrei nenhum post VER TODOS Leia Mais Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PAGINAS ARTIGOS Ver Todos Talvez você goste destas postagens C ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS ARTIGOS nenhum resultado. Voltar Para o Inicio Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar. PASSO 2: clique no link que você compartilhou para desbloquear Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C para Mac) para copiar