PMs que imobilizaram mulher com criança no colo vai ser apurada pelo MP

 




A conduta de policiais militares que imobilizaram, com violência, uma mulher com uma criança no colo, vai ser investigada pelo Ministério Público de Minas Gerais.

O caso aconteceu na sexta-feira, 5, na cidade de Itabira (MG) e ganhou grande repercussão nas redes sociais.

Em publicação no Twitter, o Procurador-Geral de Justiça, Jarbas Soares Junior, afirmou que o MP tem “o dever funcional de apurar” as atitudes. Ele garantiu que será instaurado um Procedimento Investigatório Criminal (PIC).

O procurador ressaltou ainda a versão da PM de Minas, que informou que a ação foi parte de uma prisão em flagrante por porte ilegal de arma e explicou que a polícia mineira abriu um procedimento administrativo para apurar o caso.

O caso

Nas imagens, é possível ver o momento no qual a jovem, que estava acompanhada de um outro menino, foi derrubada. Já no chão, e ainda carregando o bebê, um dos policiais a pressiona contra o solo usando o joelho sobre o pescoço. Não há identificação da mulher.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem