Prefeito Júnior Marabá deixou equipe ministerial constrangida.

 



Em visita do Ministro da Cidadania João Roma no município de Luís Eduardo Magalhães, por ocasião da entrega do primeiro Kit do programa Roda Bem Caminhoneiro onde houve uma solenidade na sede da Coopetrac, com a presença de todas cooperativas de transporte da região Oeste da Bahia.

Garfe:

Na abertura da solenidade o prefeito Júnior Marabá fez um discurso querendo mostrar intimidade e totalmente fora dos requisitos de um ato solene com a presença de um MINISTRO DE ESTADO, onde o prefeito além de chamá-lo de “Roma” durante todo discurso, onde deixou toda equipe ministerial constrangida.

Outra, por várias vezes o secretário de governo “Danilo” foi chamado a ocupar a mesa, mesmo presente no local ele se recusou a participar da solenidade.

Durante o discurso do prefeito Marabá onde disse que o “Roma” tem sido um grande “amigo”, que tem atendido todos os pleitos do município de Luís Eduardo Magalhães, inclusive fazendo gestões em outros ministérios em favor do município.


Após o discurso do presidente da Coopetrac, o Sr. Esmael, o ministro se pronunciou agradecendo a presença de todos inclusive citando o nomes de vereadores e outros ali presentes.

O que causou grande constragimentos aos apoiadores do prefeito foi o agradecimento do Ministro João Roma ao também presente o Comandante Rangel quanto disse: “Ao Comandante Rangel quero agradecer seu apoio permanente e suas orientações o que me estimula a seguir nessa caminhada”.

Com um histórico de abandonar parceiros político o prefeito tem um passado recente onde foi apoiado pelo ex-ministro Imbassahy e o deputado Paulo Câmara por três anos que antecederam a política municipal, deixando-os para trás e dando apoio a outros do grupo de ACM Neto que lhe garantiu legenda do 25, (DEM) a se tornar prefeito, antes mesmo da posse do seu primeiro mandato o prefeito Júnior Marabá já fez um pacto com o grupo de João Leão (vice governador do petistas Rui Costa), assim foi montado uma equipe de secretários e assessores, todos ligados ao grupo do ex-prefeito de Barreira Antônio Henrique.

O povo quer saber qual o motivo dessas mudanças de rumo?

Será que existe algum fantasma por aí?






Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem