Entrevista com o Comandante Rangel sobre a política em Luís Eduardo Magalhães.


CMTE, qual a situação política que o Sr. Vê em Luís Eduardo Magalhães, atualmente?

Vejo que Luís Eduardo poderia ter avançado muito se o prefeito não tivesse feito tantas lambanças durante a eleição. Agora depois de tantos processos ajuizados pelo Ministério Público Federal o prefeito teve que entregar a prefeitura a quem pode dar sustentação política e jurídica em caso de uma derrota no judiciário.


O que motivou estas ações do Ministério Público?

Primeiro tem uma do opositor Oziel que refere-se a compra de votos, confecção e distribuição de camisas.Tem outra que foi motivo de inquérito feito pela polícia Federal a pedido do Ministério Público Federal que foi a compra da renúncia do meu vice (Aldo), que recebeu segundo ele próprio recebeu 200.000,00 reais e um carro para renunciar poucos dias antes da eleição ficar como foragido da justiça até o fim da eleição. Este foi o crime eleitoral para tirar de quem tinha a intenção de votar na direita, assim agiram fazendo a renúncia do meu Vice com o próprio advogado do Marabá.


O Sr. acha que isso pode dar em alguma coisa que possa prejudicar a administração atual?

A justiça da Bahia não para de surpreender nas páginas de corrupção, temos um Ministério Público se esforçando no combate à corrupção e por outro lado o TJ da Bahia quase todo combinado com os políticos.


Qual o maior prejuízo que isso pode dar para o município de Luís Eduardo Magalhães?

Creio que o prefeito não tem mais legitimidade para representar o município uma vez que o vice Governador e sua equipe assumiu a prefeitura para garantir a permanência do prefeito na cadeira até o fim do mandato utilizando-se do prestígio de vice Governador, Isso tira da população a vantagem de se libertar dos grupos políticos do PT, que são os campeões em corrupção. 
Além disso o LEM voltou a ser quase um distrito de Barreiras novamente, são as pessoas que estiveram no governo de Antônio Henrique que estão mandando aqui no LEM.


O Comandante Rangel será candidato em 2022?

Se for novamente chamado pelo presidente Bolsonaro estarei pronto para assumir qualquer cargo na majoritária ou como Deputado Federal.


Qual o partido que o Sr. Está filiado hoje?

Estou no PL e sou o presidente do partido aqui em Luís Eduardo Magalhães.


Pra finalizar, o que o Sr. falaria para o povo do município de Luís Eduardo Magalhães hoje?

Digo que esta cidade próspera que hoje é um cartão postal do agronegócio do Brasil, precisa ter mais atenção no campo político, não é justo um município de direita e de um povo conservador ficar caindo em todas eleições no conto da esquerda, sem deixar que sequer que um candidato de direita tenha a possibilidade de ser votado.

Em 2022 teremos muitos golpista que estarão de verde e amarelo praticando o estelionato dos votos novamente.

Estarei sempre com o presidente Bolsonaro e sua equipe para melhorar a vida das pessoas e de nossa pátria.




O Portal Veja Oeste apresenta o conteúdo dessa entrevista na íntegra.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem