Não contaram isto para você

 





Desde a infância, aprendemos que neste mundo nós temos que estudar, nos dedicar à carreira profissional, formar uma família e seguir algumas etapas comuns da vida. E isso, de fato, tem o seu valor.

Mas o que o mundo não nos ensina é que esta Terra é apenas um lar temporário. Pois, quando uma pessoa deixa este mundo, após morrer, ela vai para um lugar de paz ou condenação, que durará para sempre. O destino (Céu ou inferno) depende da qualidade do relacionamento que ela teve em vida com Deus.
A batalha que todos nós enfrentamos

Assim, quando um bebê nasce, ali se inicia uma batalha espiritual por aquela pessoa. De um lado, Deus deseja nos ter para Si; do outro, os espíritos malignos fazem de tudo para que isso não aconteça.

Mas, a escolha final está em nossas mãos. O resultado dependerá da nossa obediência ao que a Bíblia nos ensina. Aqueles que desejam seguir com suas vidas conforme suas próprias vontades, no final, serão separados eternamente do Criador e, por isso, viverão em sofrimento. Porém, aqueles que valorizam o sacrifício do Senhor Jesus na cruz para nos conceder a chance de salvação eterna, encontrarão a misericórdia e o amor do Deus-Pai.

É como está escrito: “Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” 1 Coríntios 6:20

Ou seja, quando viemos a este mundo já nascemos condenados e Deus quer nos poupar deste sofrimento eterno. Ele pagou, por meio de Seu Filho, para ter o direito de nos resgatar do mal. Além disso, Ele deseja nos conceder uma vida nova.
Longe de Deus

Entretanto, poucos se atentam para este cenário. A maioria das pessoas conduzem suas vidas cegamente, preocupando-se apenas com o aqui e o agora, com os afazeres deste mundo. Consequentemente, a alma, que é o nosso bem mais precioso (porque ela é eterna), acaba sendo desprezada.

Certa vez, o Senhor Jesus disse sobre este assunto: “Louco! Esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.” Lucas 12:20-21

Em outras palavras, do que adianta juntar “tesouros” terrenos e perder a presença do Altíssimo por toda a eternidade?
A sua chance

Atente-se! Pois, o nosso tempo nesta Terra é limitado. Portanto, se você percebe que está distante de Deus, saiba que Ele é amoroso e pagou um alto preço pelo nosso resgate. Volte-se para Ele enquanto há tempo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem