Lupi diz que pressão do PT sobre Ciro pode inviabilizar apoio no 2º turn




O presidente do PDT, Carlos Lupi, avalia que a pressão que tem sido feita por petistas para que Ciro Gomes (CE) desista da pré-candidatura presidencial para apoiar Lula (PT) no primeiro turno e vencer Jair Bolsonaro (PL) só vai piorar a relação entre os partidos e pode, inclusive, inviabilizar o apoio ao ex-presidente em um eventual segundo turno. A declaração foi dada à coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Lupi se diz mais irritado que Ciro com o apelo para que o projeto federal da sigla seja interrompido e diz que essa pressão pode impossibilitar o apoio ao PT em um eventual segundo turno que não envolva o ex-governador do Ceará.

“Cada vez que eles fazem essa pressão para que o Ciro desista, mais a gente vai dizer não. Nós somos osso duro de roer. Temos uma história de 42 anos de partido, depois da democratização, e mais cinquenta anos com Getúlio Vargas, Leonel Brizola, João Goulart. Não funciona pressão com a gente. Quanto mais pressiona, mais a gente vai ficar firme no processo. É uma ação que acaba revertendo contra eles”, continua. “Aí inviabiliza até a possibilidade de segundo turno. Inviabiliza mesmo. Muita gente pode ir para o voto nulo, voto de protesto, não votar. É muito perigoso esse comportamento do PT. A cada ação dessa vai piorar nossa relação”, completa.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem