Trabalho informal cresce 15,4% na Bahia

 




O número de trabalhadores informais na Bahia cresceu 15,4% nos três primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período de 2021. Segundo o último levantamento do Índice Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE), a quantidade de pessoas na informalidade no estado ficou em 3,207 milhões, ou seja, 54,7% de toda a população ocupada.

No primeiro trimestre do ano passado, o número de trabalhadores informais estava em 2,778 milhões. O que siginifica que houve um aumento de 429 mil pessoas trabalharando informalmente no estado em um ano.

Em contrapartida, esse grupo se reduziu um pouco em relação ao verificado no quarto trimestre de 2021, quando somava 3,270 milhões de pessoas, 55,3% dos trabalhadores baianos. De um trimestre para o outro, o total de informais caiu 1,9%, o que representou menos 63 mil trabalhadores nessa situação.

São considerados informais pelo IBGE os empregados no setor privado e domésticos que não têm carteira assinada, os trabalhadores por conta própria ou empregadores sem CNPJ e as pessoas que trabalham como auxiliares em algum negócio familiar.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem