Tragédia em Foz do Iguaçu não teve motivação política, envolvidos já tinham rixa antiga

 




A tragédia que aconteceu na madrugada de domingo (10) em Foz do Iguaçu – PR, quando um homem foi assassinado durante sua festa de aniversário, não teve motivações políticas, conforme vem sendo divulgado pela grande imprensa.


Segundo fontes ouvidas pelo Hora Brasília, Marcelo Arruda e Jorge José da Rocha Guaranho possuem um histórico de agressões verbais no município.

Em imagens obtidas pelas câmeras de segurança do local, é possível quer que a história contada não é exatamente como os fatos.

1º: Jorge chega de carro para deixar sua esposa, que aparentemente era convidada da festa pois trabalha com a esposa de Marcelo. Enquanto Jorge manobra o carro para sair do local, Marcelo pega uma pedra e joga contra o veículo, iniciando, assim, uma discussão.

2º: Jorge saca a arma e aponta para Marcelo, que vai para a frente do carro; no mesmo momento, aparece Pamela Suelen Silva (esposa de Marcelo), que fala com Jorge. Como pode ser visto no vídeo:

3º: Cerca de 11 minutos depois, Jorge volta para a festa, sai do carro e saca a arma; Pamela parece tentar contê-lo conversando.

4º: Jorge atira contra Marcelo. Eles ficam no chão e cerca de três pessoas chutam Jorge.


Marcelo não resistiu e Jorge está internado em estado grave e sob custódia da Polícia Militar do Paraná. A Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu está investigando o caso e vai analisar toda a dinâmica do crime e as motivações.

vídeo:  

 




Fonte: https://horabrasilia.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem