partidos ignoraram fiscalização das urnas Nas últimas três eleições

 



Partidos políticos ignoraram a abertura do código-fonte das urnas eletrônicas nas últimas três eleições, evento que marca a inspeção do sistema eleitoral pela sociedade. Segundo a coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles, a única legenda que participou efetivamente da fiscalização do sistema foi o PT, mas só até 2002, quando Lula venceu as eleições presidenciais.

Ainda de acordo com a publicação, em 2016 e 2018, nos pleitos municipais e gerais, só a Polícia Federal participou da abertura do código-fonte das urnas. Em 2020, o Ministério Público Federal se juntou à PF. Nas três ocasiões, os partidos foram convidados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para a disputa de 2022, a abertura aconteceu em outubro de 2021 e foi antecipada em seis meses, em uma tentativa de aumentar a transparência do processo eleitoral, que estava sob ataques de Jair Bolsonaro. O evento virtual foi acompanhado por presidentes do MDB, PSL, Rede e PT.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem