Voto impresso; o pleno exercício da democracia Brasileira.



Após as eleições de 2020 ficou clara a necessidade do voto impresso devido á acontecimentos em todo o Brasil onde pessoas foram ás urnas depositar seu voto de confiança em algum candidato, mas o destino dos votos são incertos devido a fragilidade do sistema eleitoral brasileiros. hackers invadiram a rede e muito provavelmente vários votos foram desviados. Estamos vendo a necessidade de ter no Brasil um sistema eleitoral confiável em que os votos depositados nas urnas possam ser recontados caso haja necessidade para que os meios de comunicação e de pesquisas não decidam as eleições antes de acontecer.

Com qual confiança os eleitores Brasileiros ou candidatos poderão ir ás urnas ou registrar candidatura em 2022 se o destino dos votos estiver nas mãos dos supostos 
hackers ?

As Urnas Eletrônicas Brasileiras são piada no resto do mundo Todo o processo eleitoral se passa dentro de um computador, mascarado de urna- eletrônica, e o voto acaba sendo secreto para o próprio eleitor que não tem o direito sagrado de saber de que forma foi registrado e computado seu voto. Assim o cidadão brasileiro é tratado como "eleitor de segunda categoria".Já o sistema usado nas urnas de segunda e terceira geração é bem simples e eficaz onde no momento em que o voto é computado, a engenhoca emite paralelamente uma cédula a ser conferida pelo eleitor, isto no interior da cabine secreta,a qual depois é depositada na urna, ao lado do mesário. Finalizado o pleito e uma vez realizada a apuração, faz-se também a contagem física dos votos através do sistema de sorteio em menos que 3% das urnas. Se o resultado vier a conferir; prova-se que a eleição foi limpa. Só que o nosso ilustre baiano e editor do STF ,o Ministro Barroso não quer e não arreda pé. Assim fica difícil. Gerson Carioca,eleitor conservador e radialista auto -desativado.

Portal Veja Oeste

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem