Zé de Abreu e petistas comemoram a morte de Olavo de Carvalho na internet

 




O mesmo pessoal que sempre exigiu respeito com a morte de Marielle, corre para internet para comemorar e debochar da morte do professor Olavo de Carvalho.


O “ódio do bem” inundou a internet na manhã desta terça (25), após a notícia da morte do filósofo.


O ator da quebrada emissora Globo, Zé de Abreu, correu para dar sua contribuição e gestos de ódio, insinuando que só falta agora morrer o Presidente Jair Bolsonaro.

Internautas elevaram hashtags como "Grande dia" e "CPF cancelado"


Internautas críticos ao posicionamento político de Olavo de Carvalho usaram as redes sociais para fazer publicações em comemoração à morte do escritor, nesta terça-feira (25). No Twitter, eles elevaram hashtags como “Grande Dia” e “CPF Cancelado”. Entre os que fizeram posts semelhantes está o ator José de Abreu.


– Morreu o pai do bolsonarismo. Falta o filho – escreveu o artista, fazendo referência ao escritor e também ao presidente Jair Bolsonaro.


– Olavo de Carvalho, descanse em paz nas profundezas do inferno. Um verme a menos para espalhar fake news. Abraçou o capiroto e morreu na m*****. Grande dia – acrescentou um usuário do Twitter.

A filha de Olavo, que rompeu com o escritor em 2017 devido a divergências políticas, já havia criticado a postura de quem celebra a morte do escritor. Ela confessou não sentir “grande tristeza” pela partida do pai, mas tampouco sentir-se feliz por isso.


– Comemorar a morte de qualquer pessoa é assinar o atestado de total falta de humanidade. Deus tá vendo e eu também – disse Heloisa de Carvalho.


Outras pessoas também desaprovaram as publicações em questão, e apontaram “ódio do bem”.

– E a esquerda mostrando, mais uma vez, não ser nada diferente daqueles os quais repudiam. “CPF cancelado”, “Vai tarde”. Hipócritas! Todos sabemos que o “gabinete do ódio” nasce da esquerda, e como dizia Olavo de Carvalho: “A hipocrisia é um vício de quem sinaliza virtude” – declarou um usuário da rede social.















































Olavo de Carvalho morreu na noite desta segunda-feira (24), aos 74 anos, em Richmond, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. Ele estava internado em um hospital local. A causa da morte não foi divulgada. Olavo testou positivo para a Covid-19 no último dia 16 de janeiro, era cardiopata e portador da doença de Lyme, infecção transmitida por carrapato que provoca irritações na pele e sintomas como os da gripe.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem