Deputada pretende acabar com cobrança de bagagens em aviões

 





Autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em dezembro de 2016, a cobrança pelas bagagens em aviões foi acompanhada da promessa de redução dos preços das passagens aéreas. Pouco mais de cinco anos depois, tanto isso não aconteceu quanto o preço cobrado pelas malas aumentou exponencialmente.

Segundo a coluna Radar, da revista Veja, esse cenário foi apontado como justificativa para o projeto de decreto legislativo protocolado pela deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC), que proíbe a cobrança de qualquer tipo de taxa por até um volume de bagagem em voos nacionais, com peso de até 23 quilos, e em voos internacionais, de até 30 quilos.

O ato que agora terá que tramitar na Câmara susta os artigos 13 e 14 da Resolução da Agência Nacional de Aviação Civil. “Bolsonaro, ANAC e empresas aéreas enganaram o povo com aquela cantiga de galo: “se cobrar bagagem vai baixar o preço da passagem de avião”. Baixou? Não! Foi fake news!”, escreveu Perpétua no Twitter. A medida foi tomada no governo de Michel Temer.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem