‘Vou à Rússia por convite, comércio e paz’, diz Bolsonaro em meio a conflito

 





O presidente Jair Bolsonaro (PL) conversou, nesta sexta-feira (11), com a CNN Brasil sobre o seu encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, em meio a conflitos entre a Rússia e a Ucrânia.

“A nossa ida à Rússia também é por respeito, uma vez que fui convidado por Vladimir Putin ainda no ano passado. Nossa política externa sempre foi pela paz e respeito à soberania de outros países. O Brasil não tem problemas na América do Sul e sempre optou pelas vias pacíficas na solução de conflitos externos. Vou à Rússia por convite, comércio e paz”, ressaltou.

O presidente Jair Bolsonaro viajará na segunda-feira (14), no início da noite. A visita ao presidente Vladimir Putin será na manhã do dia 16.

“Teremos uma agenda bem eclética. Vamos tratar de interesses dos dois países: na área de energia, comércio, agronegócio (fertilizantes) e defesa. Estará comigo, entre outros ministros, o ministro [da Defesa] Braga Netto”.

Conflito

De acordo com o jornal The New York Times, dos Estados Unidos, a Rússia planeja invadir a Ucrânia na próxima quarta-feira (16).

Segundo o UOL, os oficiais reconheceram, no entanto, a possibilidade de que mencionar uma data específica possa ser parte de um esforço russo de desinformação.

Os presidentes Putin e Joe Biden, dos Estados Unidos, falarão por telefone neste sábado (12) depois que Washington disse que a Rússia havia reunido soldados suficientes perto da Ucrânia para lançar uma grande invasão, que provavelmente começaria com um ataque aéreo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem