A direita e os oportunistas.

 



Tenho acompanhado a política recente da direita no Brasil e principalmente na Bahia.
Em 2018 muitos candidatos a deputados federais se abrigaram em um partido o (PSL) sob o comando de uma professorinha de rostinho angelical que logo conquistou o presidente e seus filhos vindo a liderar a política como a “Federal de Bolsonaro”, passado a pre-campanha o anjo deu um golpe em mais de 18 candidatos estaduais e federais deixando somente aqueles que passavam a bola pra ela.


Àquela época o único que representava o presidente na chapa majoritária era o Comandante Rangel (PSL) que apesar de não estar no mesmo bloco partidário faziam campanha junto com o saudoso Irmão Lázaro, este no grupo de ACM, ambos sofreram grandes ataques exclusivamente dos “apoiadores” do presidente Bolsonaro.




Agora temos um quadro muito parecido observando as possibilidades atuais, desponta-se como candidata ao senado a Dra. Raíssa que segundo ela é uma candidata outside, ou seja independente.


Nos grupos de Watszap de direita aparece muitos candidatos novatos que nunca foram testados nas urnas e grande parte sem passado político que sobrevivem fazendo cards de auto prestígio e de caráter exclusivista buscando o rool da fama para não serem esquecidos nas urnas.





Ataques de sites sem credibilidade e mensagens apócrifas e depreciativas são direcionados a quem tem o reconhecimento do maior líder da direita na Bahia no caso o ministro João Roma, estou falando do Comandante Rangel que esteve sempre ao lado do presidente e agora do ministro, ele vem sofrendo fakesnews que são implantados nos grupos por pessoas que se escondem como avestruzes.


Em entrevista por telefone ao Comandante ele disse ser vítima desde a eleição de 2018 quando ele, Magno Malta e a Ministra Damares abraçou a campanha do presidente no segundo turno e saíram pela Bahia fazendo a campanha do presidente, “são pessoas que não conhecem a política, não tem experiência e vivem alimentando briga de vizinhos”
E concluiu “ vamos trabalhando que o povo reconhece “


Recentemente o comandante esteve muito presente aqui no sul da Bahia por ocasião das enchentes que desabrigou muitas famílias, sua presença juntamente com o Ministro Roma foi uma resposta imediata naquele momento.



Sem um grau de profissionalismo percebemos que os movimentos de direita toma sempre um gol contra quando o assunto é agrupamento, coletividade, união e lideranças.

Comparando com a esquerda que a anos fazem política juntos, organizados e jogando em uma só direção posso afirmar que dessa forma a direita não chegará a lugar algum.

fonte acontecebahia

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem