Deputado Jacó do PT é pego na mentira ao acusar vereadora de Lauro de Freitas

 




A vereadora de Lauro de Freitas, Débora Regis, em sessão ordinária na Câmara Municipal, questionou o reajuste do salário da prefeita Moema Gramacho (PT), que passou para quase R$ 30 mil reais, em plena pandemia. Mais do que o do governador Rui Costa (PT).

O subsídio da gestora foi aprovado pelos vereadores em 22 de dezembro de 2020, valendo para o ano de 2022.

O deputado estadual Jacó (PT), em entrevista a um blog de Lauro de Freitas, acusou a vereadora que questiona hoje o reajuste de ter votado a favor do subsídio da prefeita.

O que o parlamentar não esperava era que a vereadora tinha gravado o seu voto à época. Débora votou contra o reajuste. Confira!


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem