Audiência do Jornal Nacional tem o pior quadrimestre da história

 




Dados divulgados com exclusividade pelo colunista Ricardo Feltrin, do UOL, mostram que jornalístico passa por crise sem precedentes

Com mais de cinco décadas de exibição na TV, o Jornal Nacional enfrenta uma crise sem precedentes. Em 2021, a empresa já havia registrado o pior ibope de sua história, mas em 2022 os números foram ainda mais desanimadores.


De acordo com dados do PNT (Painel Nacional de Televisão), divulgados com exclusividade pelo colunista Ricardo Feltrin, do UOL, nos primeiros quatro meses de 2022 o jornalístico registrou o menor índice de audiência de sua história. O período também está entre os oito piores já registrados pelo JN, desde que o programa estreia.

A média registrada no período foi de média de 21,4 pontos e 35,1% de share — como se chama a participação de um programa no universo de TVs ligadas. É o menor índice de share de todos os tempos.

Para se ter ideia do prejuízo da Globo, cada PNT equivale a cerca de 270 mil domicílios sintonizados. A análise da Kantar Media é feita nas 15 maiores regiões metropolitanas do país, e, no caso do JN, vale de segunda a sábado.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem