Ciro Gomes afirma que três partidos têm interesse em vaga de vice

 


O pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), afirmou, que União Brasil, PSD e PSDB pediram para que ele aguardasse para definir o (a) candidato (a) à vice-presidência da chapa dele. Os partidos podem estar interessados em uma aliança. No entanto, Ciro vê como pequena a chance de o nome do candidato à vice sair de um desses partidos.

“Nós somos uma candidatura atípica, a única que confronta o sistema, que quer mudar o modelo econômico com clareza e que quer mudar o modelo de governança política. (…) O que eu preciso fazer? Aquilo que eu estou fazendo. Diálogo. Há uma eleição pra ganhar e um Brasil pra governar. Por isso estou com paciência. Há dois grandes partidos que pedem pra que a gente não feche ainda porque eles estão falando internamente e agora surgiu um terceiro: União Brasil, PSD e PSDB. Não sei qual é a possibilidade, acredito que pequena, mas é dever meu, paciente e humilde, esperar”, declarou Ciro.

A declaração foi dada durante o evento de homologação da candidatura de Rodrigo Neves (PDT) ao governo do Rio de Janeiro. A convenção aconteceu no clube municipal da Tijuca, na Zona Norte da capital fluminense.

Durante coletiva de imprensa, Ciro foi questionado sobre um possível apoio do correligionário Rodrigo Neves a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu concorrente na disputa ao Palácio do Planalto. Neves já se manifestou publicamente elogiando o petista. Ciro respondeu que vê com naturalidade essa possibilidade e que o apoio a Rodrigo Neves é incondicional.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem